Conheça os alimentos que ajudam a prevenir doenças

Você sabia que o azeite de oliva pode ajudar a prevenir câncer de mama e de próstata, diminuir o risco de problemas do coração, reduzir o mau colesterol e até aliviar os sintomas da TPM? Este é apenas um dos produtos incluídos na lista dos Alimentos Funcionais, um dos temas mais estudados pelos pesquisadores no mundo inteiro. E também um dos assuntos mais debatidos neste 16 de outubro, Dia Mundial da Alimentação, data criada pela organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação.

alimentos muito poderosos

Mauro Scharf, endocrinologista do Frischmann Aisengart / DASA, explica que o termo alimentos funcionais foi primeiramente usado no Japão nos anos 80. Além de serem nutritivos, eles proporcionam um benefício fisiológico adicional e também são vistos como promotores de saúde, podendo estar associados à redução do risco a certas doenças.
Scharf esclarece que, sozinhos, estes alimentos não podem garantir uma boa saúde, mas apenas melhorar a saúde quando fazem parte de uma dieta contendo uma variedade de alimentos, incluindo frutas, vegetais, grãos e legumes. “Assim como qualquer outro alimento, o consumo dos funcionais não está liberado. É preciso moderação”, afirma.
No Brasil, somente em 1998 foi aprovada pela ANVISA a regulamentação técnica para análise dos chamados "alimentos com alegações de propriedades funcionais e ou de saúde". Alimento funcional é definido pelo Ministério da Saúde como "aquele alimento ou ingrediente que, além das funções nutritivas básicas, quando consumido como parte da dieta usual, produza efeitos metabólicos e/ou fisiológicos e/ou efeitos benéficos à saúde, devendo ser seguro para consumo sem supervisão médica".
Como as pesquisas nesta área são recentes e muito intensas, as descobertas não param de acontecer. Confira abaixo algumas conclusões recentes:

Abacate Combate a ação do cortisol, hormônio que favorece o acúmulo de gordura no abdômen, atiça a fome e a vontade de comer doce. Porção ideal: 1 colher de sopa (14 calorias). É rico em gorduras monoinsaturadas, que ajudam a emagrecer.
Porção diária ideal: 1 por dia (27 calorias). Castanha-do-pará- Tem alto teor de selênio, o que aumenta a disposição e evita que o organismo sofra com os efeitos dos radicais livres produzidos em situações estressantes, além de evitar oscilações de peso.
Frutas vermelhas Ajudam a reduzir o colesterol e a aumentar a imunidade do organismo. Porção diária ideal: 1 xícara de morango, amora, framboesa ou acerola (cerca de 55 calorias).
Com isso, reduz a vontade de comer doces, fast-food e alimentos ricos em gordura. Germén de trigo O cromo presente no germén facilita o metabolismo do carboidrato. Porção diária ideal: 2 colheres de sopa (100 calorias).
Iogurte O cálcio presente no iogurte se liga à gordura ingerida, formando uma substância que não é absorvida pelo organismo. Porção diária ideal: 3 potes de desnatado (85 calorias por pote).
Contém também potássio, que ajuda a combater o inchaço provocado pelo excesso de sal no organismo. Maçã A pectina, presente na casca, se transforma em uma espécie de gel ao chegar ao estômago e envolve parte da gordura ingerida, que é eliminada sem ser absorvida pelo organismo. Porção diária ideal: 1 maçã com casca (80 calorias).
Salmão Estudiosos garantem que o ômega 3 presente em grandes quantidades no peixe ajuda a queimar as calorias antes que sejam armazenadas no organismo. Porção diária ideal: 200g, três vezes por semanas (580 calorias).
Shitake Possui tanta proteína quanto a carne vermelha e alto teor de fibras. O sabor intenso aciona o sistema nervoso cerebral mandando mensagem de saciedade. Porção diária ideal: 100g.

Inverno: hora de cuidar dos cabelos?

Não tem jeito, assim como é com a pele, o verão também pode ser cruel com os cabelos.
Sol, vento, areia, água do mar e cloro são fatores altamente agressivos para os fios e devemos prestar muita atenção, redobrando os cuidados para mantê-los bonitos e saudáveis até o final da estação.
Os raios ultravioletas do sol e o constante atrito com o vento e areia degradam a queratina, lesionando a cutícula dos fios. Cada fio de cabelo é formado por três estruturas a medula, o córtex e a cutícula (camada mais externa composta de queratina).
O resultado é um cabelo áspero, desidratado, quebradiço e sem brilho. O fio fica poroso, sem elasticidade, perde água e nutrientes essenciais.
Sem a cutícula protetora, os raios ultravioletas, o cloro da piscina e vários elementos presentes na água do mar podem oxidar e reagir quimicamente com os pigmentos naturais do cabelo, deixando os fios amarelados ou desbotados. Os danos à cutícula também são responsáveis pela alteração da cor dos cabelos no verão.
Proteger os fios é a estratégia número 1
O produto forma uma camada protetora, impedindo a penetração direta dos raios do sol nos fios. Ir à praia ou à piscina sempre munida de um produto do tipo leave-in é tarefa obrigatória.
Após o banho de mar ou piscina enxágüe os cabelos com uma ducha de água doce e aplique o produto novamente.
Mas fique longe de elásticos e presilhas muito apertadas que quebram ainda mais os cabelos. Prender os cabelos e usar chapéus também ajuda bastante.
Mudar o jeito de prendê-los constantemente também é indicado, pois assim você não corre o risco de apertá-los e agredi-los repetidamente num mesmo lugar.
Escolha xampus que contenham filtro solar em sua formulação e mesmo que seu cabelo não seja seco, use condicionadores para cabelos ressecados que possuem ativos hidratantes que reconstroem a fibra capilar.

Hidratar, hidratar e hidratar.

A hidratação quinzenal é indispensável para a saúde dos fios. É ela quem vai repor todos os elementos essenciais que o cabelo foi perdendo queratina, ceramidas, proteínas e vitaminas.
Hoje, é possível encontrar uma imensa variedade de mascaras e cremes de qualidades nas casas especializadas e nos supermercados. No final do verão, diminua a freqüência, mas não pare de fazer. Se preferir, invista nas hidratações caseiras.
Além disso, adotar um look mais solto e natural tem muito mais a ver com a estação. Tire férias das chapinhas e do secador que só fazem os fios se desidratarem ainda mais.
Para ajeitá-los, basta usar um bom mousse modelador e deixa-los secar naturalmente (mas longe do vento forte).
Se precisar diminuir o volume, uma boa dica é prendê-los num rabo de cavalo baixo até que sequem, depois solta-los e ajeitá-los com as mãos, sem usar escova.
Programe-se!
Evite fazer muitas intervenções químicas no seu cabelo perto do fim de ano. Tinturas, alisamentos e relaxamentos podem deixar os cabelos enfraquecidos e ainda mais vulneráveis às agressões.
Se isso não for possível, faça um bom tratamento e hidrate bastante antes de partir para suas férias.
Apare as pontinhas duplas e secas, eliminando-as e impedindo que elas se estendam pelo resto do comprimento dos fios. O correto é cortar sempre um pouquinho antes e um pouquinho depois do verão.

Cuidados com o seu cabelo no verão

Para obter tais suspiros, no entanto, é bom considerar algumas regras e detalhes. Todo banheiro e lavabo, por menor que sejam, podem receber acabamentos e truques de decoração que os deixarão incríveis, capazes de arrancar suspiros dos menos crentes.

Pegue um metro e tire as medidas do chão ao teto, de um lado ao outro. Seja fria. A idéia não é fazer um projeto profissional, apenas memorizar as características do ambiente. Depois, transfira essa realidade para o papel. Antes de desejar apaixonadamente os projetos estampados nas revistas, vá até o seu banheiro e analise o seu espaço. Não se preocupe em fazer um desenho bonito ou perfeito. Perceba por onde entra a luz natural e se ela entra, quais são os focos de atenção, a posição da porta e o formato da área.


Faça as contas, confira o saldo da sua poupança e coloque no papel a verba disponível para a reforma do seu banheiro. Seja generosa: louças e metais sanitários bonitos e resistentes custam um bocado de dinheiro e você ainda terá que arcar com a instalação de box, espelhos, móveis.

cabelos no verão numa praia

A questão fundamental das salas de banho encontra resposta na sinceridade dos moradores do imóvel. Ducha ou banheira? Convoque uma reunião familiar e pergunte com que freqüência cada pessoa usaria a banheira e compare com freqüência de banhos de ducha.
Se decidirem pela banheira, lembre que ela ocupa espaço e requer móveis ou bancadas de apoio para os itens de banho. Defina a posição da entrada de água: se será lateral ou frontal. E, por fim, escolha entre os modelos modernos em fibra de vidro, que precisam ser encaixadas numa estrutura de alvenaria, e as vitorianas, que dispensam acabamentos.

Prateleiras e estantes dão despojamento ao ambiente e acomodam lindamente os itens de toalete. Caixas de madeira, palha, bambu ou ratam dão aquele toque rústico ou mesmo oriental. Cosméticos, escova de dente, creme dental, toalhas, papéis.. Você já reparou como é grande a quantidades de itens de uso diário que ficam armazenados no banheiro?. Tudo isso fica melhor quando armazenado de maneira discreta, em espelhos retos embutidos sobre a pia, em gaveteiros de acrílico ou em armários verticais.

Ironicamente, os banheiros, que não costumam ter boa iluminação natural, são os ambientes mais usados para ajeitar os cabelos, fazer a maquiagem, depilar-se.
Por isso, invista em luminárias para essa área e não deixe a iluminação a cargo de uma única luz central no teto. Em torno do espelho, instale arandelas. Prefira as lâmpadas amarelas, que distorcem menos a visão e as cores.

Só lembre que os pontos de energia não devem ser instalados sob as torneiras: quanto mais longe da água menor o risco de choques e acidentes. É bom ter mais de uma tomada no banheiro.

Crie uma área aconchegante, onde você poderá relaxar ou recarregar as energias.
Para um ar moderno, invista nos adesivos vinílicos, que podem ser colados sobre os azulejos de cores lisas. Para um clima zen, coloque cores pastéis nas paredes e instale cubas em madeira ou argila.
Tapetes coloridos e macios dão acabamento ao chão. As passadeiras parecem alongar o espaço.
As estampadas reforçam a modernidade; As rosas dão romantismo. Compre boas toalhas de banho e rosto.

Saiba os cuidados com as unhas

Mas isso não significa que é hora de abandonar os cuidados a dupla. Tudo bem que durante o inverno nossos pezinhos passam a maior parte do tempo escondidos atrás de meias, botas e afins.
Ao contrário do que a maioria de nós imagina, é nessa fase que deveríamos prestar maior atenção neles, pois é justamente o uso excessivo de calçados fechados que facilita o aparecimento de certos problemas.. Perto do próximo verão, quando você finalmente se lembrar deles, pode ser que seja tarde demais. E aí, já viu!.
Segundo o podólogo Alessandro Guerra, coordenador técnico, a transpiração dos pés torna-se ainda mais intensa no inverno em função dos sapatos usados. “Por ser um ambiente sem ventilação, a umidade alia-se à temperatura e a falta de claridade, facilitando a proliferação dos fungos”, explica.
Portanto, para assegurar pés saudáveis, confortáveis e bonitos durante o ano todo, vale à pena investir em certos cuidados: Unhas encravadas, calos e joanetes também se desenvolvem com maior freqüência. E quem tem qualquer um dos três, sabe como são doloridos e incomodam!
Capriche na secagem, usando uma toalha entre os dedos lave e seque muito bem os pés para evitar frieiras.
Quando a pele estiver ressecada demais ou com calos muito duros, besunte a região com bastante creme e cubra com uma meia antes de dormir; hidratante próprio para os pés deve ser usado diariamente, massageando as áreas de maior calosidade.

unhas vermelhas

Quando a situação estiver muito ruim, procure um podólogo; lixe as calosidades pelo menos uma vez por semana, mas jamais cutuque a região com instrumentos cortantes.
– deixe as unhas sem esmalte pelo menos uma vez por semana para evitar o ataque de fungos;
Se for fazer em casa, não as apare muito rente a pele e nem retire os cantos; procure cortar as unhas apenas com especialistas, já que o corte errado pode causar encravamentos.
– use somente meias de algodão;
– evite usar sapatos muito apertados. Na hora de comprá-los, experimente os modelos no fim da tarde, pois os pés costumam inchar ao longo do dia;
– procure andar descalça em casa sempre que possível;
– se você ficou muito tempo em pé ou caminhou demais, faça uma bela massagem com óleos ou cremes apropriados. Role uma bola de tênis na sua planta para aliviar a dor nas arcadas e por fim deite com os pés mais elevados, apoiados sobre um travesseiro ou uma almofada.
Casos mais sérios, quando é necessário a remoção total ou parcial da unha, podem se beneficiar com técnicas de reconstituição aplicadas por podólogos e dermatologistas. “O tratamento dura de três a quatro meses”, explica Alessandro Guerra. O inverno é também o momento ideal para cuidar de problemas que já se instalaram. “Regiões deterioradas podem ser substituídas por órteses de acrílico e unhas encravadas podem ser tratadas com órteses metálicas ou elastodônticas, que corrigem a curvatura e auxiliam no seu crescimento correto. Micoses, por exemplo, exigem um tratamento longo (que às vezes demoram meses), com medicações orais e cremes ou soluções de uso local.

Afromanga é o novo “seca barriga” do momento

A Manga Africana, Irvingia gabonensis ou Afromanga é uma elemento natural que é comercializada como um suplemento de redução de peso. Frequentemente, os suplementos contêm extrato das sementes de sua planta. As sementes contêm vários nutrientes, inclusive fibras, aminoácidos, ácidos graxos fundamentais e minerais. Alega-se que ela emagrece ao abolir o fome, acelerando o metabolismo e prevenindo o concentração de gordura. Além disso, algumas indivíduos similarmente alegam que pode alimentar certos complicações de saúde, como colesterol alto e diabete.

Pesquisas mostraram embora o seu consumo agenda permite que grandes quantidades de gordura sejam queimadas por meio de do processamento de termogênese ao reforçar a temperatura do corpo, o que consequência em redução de gordura sem redução muscular ou o consumo de suplementos que contêm cafeína. Isto é bom especialmente para aqueles que desejam despossar peso sem sentir a abalo que a cafeína pode provocar.

poucas pesquisas sobre a eficiência deste produto para a redução de peso, sendo a maior parte deles financiada por companhias que produzem o suplemento, o que não é um evidência bastante bom. De acordo com um dos pesquisas, integrantes que tomaram 150 mg do extrato duas vezes ao dia mostraram grandes melhoras no seu peso, gordura do corpo e bola abdominal, dessa maneira como em marcadores que indicam melhor saúde do coração, inclusive colesterol completo, colesterol, dextrose no sangue, entre mais – tudo isto sem desviar a regime ou realizar treinos. Mais pesquisas tiveram resultados similares, com os integrantes perdendo entre 3 e 4 quilos sem realizar qualquer oscilação no estilo de vida.

Outro pesquisa divulgado na mesma auditoria indicou que ingerir uma conciliação de manga africana e cissus quadrangularis, uma erva, pode auxiliar a combater a obesidade. Em um pesquisa com animais, cientistas determinaram que sua uso pode combater a obesidade ao impedir o progresso de células de gordura.

A maneira com que esse produto age para emagrecimento é aumentando os graus de leptina, o que auxilia a moderar o fome, permitindo que você mantenha uma regime sadio sem sentir vontades de alimentar-se, o que pode ser a diferença entre o sucesso e o baque na redução de peso. Sem abordar no feito de que isto reduz os graus de colesterol e benefício o desempenho do coração a prolongado tempo. Além disso, ela não interage com remédios que combatem o colesterol, fazendo dela uma ótima acrescentamento à regime de indivíduos que abrange o colesterol mais alto. No Brasil, ele se tornou febre entre os mais gordinhos e no mercado é possível encontrar versões do produto em cápsulas.

Afromanga em capsulas

Sobre os efeitos colaterais

A manga africana pode atuar mutuamente com remédios de controle do colesterol e diabete, aumentando sua atuação. Como ela desacelera o esvaziamento do abdome, remédios precisam ser tomados com atenção em conjunto com ela, já que a absorvimento pode ser desacelerada, causando um adiamento ou inclusive redução do resultado do remédio. Pode efetivamente cabedal uma redução de peso no momento em que você inicia a ingerir, porém também não há provas que comprovem que o resultado se preserva a prolongado tempo. Se você deseja ingerir o produto para redução de peso ou para auxiliar com qualquer outra requisito, consulte seu médico antes de começar o consumo, e o procure no caso de reações adversas.

Enfim há poucas informações sobre a segurança do seu uso. Há algumas provas de que a sua consumo pode provocar efeitos colaterais leves, como dores de cabeça, boca seca, complicações de sono e complicações gastrointestinais. Outro resultado reportado e estimulado é o crescimento da apetite sexual, porém para a maior parte das indivíduos, este não é apontado um resultado transversal adverso.

Dicas para ser o mestre do churrasco gostoso e saudável

Hoje vamos comer aquela carne assada naquela confraternização com os amigos e com a família. O mais tradicional churrasco sempre é atrelado há algo muito gorduroso com aquelas famosas carnes nobres e dependendo da experiência do churrasqueiro as carnes podem ficar com muito sal. Sem falar que neste tipo de confraternização temos acesso farto a muita cerveja e refrigerantes, o que não bom para nosso organismo esse excesso. E como o nosso lema é a saúde, vamos te mostrar algumas dicas para tornar o seu churrasco bem mais saudável. Aos que não acreditam que não pode ser também saudável, veja as dicas abaixo que colhi dos amigos.

A primeira delas é sobre o temido sal. Você sabe o tipo de sal ideal para assar e grelhar? Bem o sal para grelhar é aquele sal grosso, já para grelhar deve-se usar o sal médio. É um erro pensar que para tudo se usa sal grosso, fique atento a isso hein. Trocar o sal por outro tempero com menos sódio e condimentos como tomilho e alecrim, por exemplo, pode ser muito positivo e pode dar outro sabor a sua carne.

Veja mais dicas com este vídeo de como temperar carnes com ervas:

Para falar a outra dica minha é preciso ter perguntar uma coisas: Você já provou um churrasco vegetariano? Eu já provei algumas coisas e posso dizer que fica muito bom. Sabe o jargão muito atual “sair da caixa”? Bem é preciso “sair da caixa” até quando se trata daqui. Hoje há muitas possibilidades de legumes na churrasqueira: abóbora, cebola, batata, palmito, tomate. Vale a pena pesquisar sobre isso hein e lembre-se de que no caso dos legumes você pode abusar do azeite. Vai ficar uma delícia que eu garanto que vai dar até briga por um pedaço.

O melhor churrasco sem dúvida é aquele feito com aqueles pedaços de carne que tenha o maior percentual de gordura interna e também ao redor. Agradeço as gorduras por dar a carne um sabor único e incrivelmente saboroso. Mas isso não quer dizer que você comer aquele pedaço de gordura branco. Separe a parte de gordura do prato e aproveite apenas aquela carne suculenta.

Suco de frutas por favor!Trocar a cerveja e os refrigerantes por sucos com frutas cítricas como abacaxi, acerola, caju, laranja, limão, e muitas outras frutas deliciosas. Se você ainda não sabe, as frutas cítricas tem muitas fibras do tipo solúveis, isso significa que ela reduza a absorção de gordura pelo corpo.

 

Ainda vale aquela máxima de comer algo antes de sair para a churrascada. Chegando lá você tende a comer menos comida. E outra dica quanto for comer: sente-se para comer e faça uma refeição completa e não apenas beliscando carne, se você fizer isso há grandes chances de você comer desde o momento de chegar até a hora de sair.

Às vezes muitos querem aprender as técnicas de como fazer um churrasco para não servir carne queimada e sem tempero para os amigos. Um curso online muito bom é o curso mestre do churrasco que ensina muitas técnicas básicas para não fazer feio. Alguns amigos compraram o ebook em pdf bem baratinho e aprendendo muitas coisas legais. Na opinião deles vale muito a pena o investimento para aprender essa habilidade muito comum entre os brasileiros.

Espero que você tenha gostado das dicas para ter um momento mais saudável para você e sua família. Você já fez algum legume assado dentre aqueles que citamos? Se não, lembre-se de fazer da próxima vez. Entender bem e saber das artimanhas para fazer um churrasco legal e saudável trazem benefícios para todos.